segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Deus de perto e não de longe?


Será que Deus é apenas "Deus de perto"?

Há uma música cuja letra afirma: (...) és Deus de perto e não de longe (...). Será que isso é verdade? A Bíblia é de uma clareza solar quando expressa uma fala do próprio Deus quando diz: "Porventura sou eu Deus de perto, diz o SENHOR, e não também Deus de longe?" em Jeremias 23.23 (Bíblia Sagrada). Após lermos o referido texto é até desnecessário tecer maiores comentários, Deus é Deus de longe também!

Deus é infinitamente grande, Ele enche os céus e a terra (Jeremias 23.24) e como se não bastasse, é onipresente (tem a capacidade de estar em todos os lugares ao mesmo tempo). Assim, quando dizemos "Deus de longe" esse termo longe é em relação a nós mesmos ("o nosso Deus aqui está longe de alguém lá"). Nós somos o ponto de referência nesse caso, quando dizemos longe, dizemos longe de nós, ou então perto de nós e longe de alguém, que por sua vez, está distante de nós. Desse modo, imagino que na verdade, o autor da letra desta canção quis dizer que Deus nunca está longe da gente, já que é onipresente, está sempre perto.

Quando se fala em Deus de longe, podemos imaginar a situação de alguém, por exemplo, por quem se ora intercedendo, que esteja longe. Dessa forma, nós dizemos que Deus é capaz de abençoá-la mesmo ela estando longe, pois na nossa lógica, se oramos a Deus aqui na Paraíba, Ele ouve e está presente aqui perto de nós, mas é capaz de abençoar alguém que está no Rio de Janeiro. 

Destarte, podemos dizer que Deus é Deus de perto, porque sempre está perto de nós onde quer que estejamos e por ser onipresente, mas também, e paradoxalmente, é Deus de longe, quando falamos com Ele aqui perto de nós e pedimos ou nos referimos a alguém que está longe. Esse longe reflete nada mais que nossa noção das coisas, porque se eu falo com alguém aqui na minha frente, e eu estou longe de alguém que está em São Paulo, logo essa pessoa com quem eu falo também estará longe daquela pessoa que está em São Paulo.

Vemos, portanto, que tudo isso não passa de uma questão de modo de falar e de entender as coisas, mas se a Bíblia entendendo nossa forma de pensar e de se comunicar fala em "Deus de longe", mesmo sabendo que esse longe é de um alguém em relação a nós e não a Deus, já que Ele enche céus e terra, e conseqüentemente está perto de todos, devemos nos portar em conformidade com o texto sagrado, até mesmo na composição de músicas. 

Espero ter-me feito entender. Abraços.

13 comentários:

  1. Entendo essa música de uma forma um pouco diferente. A letra para mim refere-se a um Deus que não é distante do seu povo ou seja não está longe e sim a um Deus perto que é próximo, um Deus de intimidade de Aliança. Não um Deus que fica no céu sentado no seu trono e que não está nem aí para os seus filhos, um Deus que é presente, um Deus que é Pai. Sendo assim as distâncias não são físicas e sim espirituais.
    ABRAÇO A TODOS!!! FIQUEM NA PAZ DE CRISTO!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu nome também é Kelly e entendo a música da mesma forma que você. Compreendo essa tal distância não como sendo física e sim espiritual. Se pararmos para analisar, a própria música se interpreta quando fala que Deus é um Deus de aliança, um Deus de intimidade com seus filhos, que os Seus olhos estão atentos e Seus ouvidos sensíveis ao clamor de seus filhinhos, em momento algum a música fala de distância física. Assim como um texto bíblico interpretato isoladamente pode dar margem a heresias e falsos ensinamentos, uma música pode causar todo esse transtorno se interpretada fora de seu contexto.
      Na Paz de Cristo!

      Excluir
    2. Pois é. Mas ainda assim, prefiro cantar "és Deus de perto, e Deus de longe" pois a Bíblia traz esses termos, por isso, acho melhor concordar com ela. Fica na paz. Abraços.

      Excluir
    3. É compreensível o questionamento, mas não se pode alterar uma obra que possui inclusive direitos autorais. Se não concorda, se não entende, se acha que vai causar problemas e discórdias, simplesmente não cante, mas não podemos nos achar no direito de modificar a obra de outra pessoa.

      Excluir
    4. Bom, não creio que cantores consigam identificar no mundo inteiro uma música deles que alguém canta em casa e muda uma palavra. Se conseguirem, parabéns, viverão para isso. Eu prefiro cantar as letras sempre de acordo com a linguagem da Bíblia e não estou cometendo crime algum por isto. Não estou regravando música de ninguém nem modificando a letra dela. A letra no CD continua a mesma, mas eu, dono da minha voz, canto como bem quiser. Isto acontece diariamente milhares de vezes ao dia com centenas de músicas, hinos... Ninguém deixa de cantar nada porque muda uma palavra... Tbm canto corrigindo os erros gramaticais e as concordâncias nominais e verbais, e não deixo de cantar porque as letras são escritas quase por analfabetos que não estudaram bem nosso idioma. Além do mais, este assunto é pouco importante pra discutir muito. ;)

      Excluir
  2. Concordo com você, na verdade eu quis ressaltar sobretudo a questão técnica do sentido das palavras, mas você está perfeitamente correta, Deus está sempre perto, pois é onipresente e como Pai bondoso, não abandona nenhum filho seu. Obrigado por contribuir com esse site, volte sempre. =D

    ResponderExcluir
  3. karaka..
    Uma coisa q eu acho ridiculo é o jeito abominnte q certos irmãos criticam esta musica por dizer Q "Deus é Deus de perto e ñ Deus de longe"e esquecem realmente q Deus é Deus de perto e ñ Deus de longe...
    uzando um veciculo q vc mesmo citou (Jeremias 23.24) q diz q num a niguém q consiga se esconder em esconderijo algum sem q o Senhor saiba,sem q o Senhor veja pois como vc disse Deus é onipresente ele estar perto de mim,perto de vc,estar perto de todos nós.Pois ele enche a terra.
    vc estar de parabens...
    continue asim.Deus te abençoe

    ResponderExcluir
  4. Obrigado pela contribuição Israel! Continue prestigiando as postagens desse blog, sua participação é essencial para mim. Fica na paz, Deus te abençoe sempre. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. O meu Deus é um Deus de perto,mesmo quando estava nas trevas, ele nunca se afastou de mim sempre o senti perto, o versiculo de jeremias 23:23 tá falando de distancia,já o salmo 139 diz que o senhor sonda nossos corações mesmo quando colocamos nossa cama no mais profundo abismo ele estás porque ele é um Deus de perto...Deus abençõe todos que ajudem a muitos entederem a sagrada escrituras, por isso que existem varias religiões seguindo um único Deus... Amém Deus abençõe todos.

    ResponderExcluir
  6. Exatamente. Deus estava a dizer que é Deus de longe no sentido de distância, por isso, Ele é Deus de perto e Deus de longe. Está aqui perto de mim, e está lá perto de outras pessoas no outro lado do mundo. Pessoas essas que estão longe de mim, logo Ele é Deus em toda parte, Deus de perto e Deus de longe.

    Na verdade, religião não salva ninguém. Jesus é o único caminho. Muitas vezes as religiões até distorcem as coisas. Mas religião autêntica, apesar de suas inúmeras falhas é o Cristianismo. Perdoe-me a ousadia e discordância, mas tenho convicção do escrevo.

    Obrigado por enriquecer nosso blog com seu comentário. Continue visitando. Debater é bom, porque temos a oportunidade de descobrir novas verdades.

    Deus abençoe você, abraços.

    ResponderExcluir
  7. Amiúde imagino um novo convertido chegando pra o culto. Num determinado momento o pastor prega: "Porventura sou eu Deus de perto, diz o SENHOR, e não também Deus de longe?" (Jr 23.23). Ao término da mensagem, chega o grupo de louvor e canta: "És Deus de perto, e não de longe". COITADA DA MENTE DO NOVO CONVERTIDO!!! Letras ambíguas devem ser extirpada da adoração* Licença poética deve estar subordinada a Escritura** Consideremos menos melodia e harmonia, e enfatizemos mais LETRA***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também defendo a harmonia das letras com as Escrituras, pois não é bom "confundir" a cabeça de ninguém, até porque depois até mesmo as crianças que ouvem, podem crescer aprendendo algo errado.

      Outro caso semelhante é na letra de "sou humano" de Bruna Carla. No trecho onde diz "quando penso que estou forte, fraco eu estou" penso que deveria ser "quando penso que estou fraco, forte eu estou", por ser mais adequado à Palavra. De modo que, tendo oportunidade, cantaria da forma como disse, invertendo os termos.

      Obrigado pela opinião, fique em paz, abraço!

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Compartilhe sua opinião conosco!